Visualizações

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Utopia das palavras

Olho agora os papeis que ficam espalhados sobre a minha mesa . Pego-os de um em um, e jogo-os para o chão como que uma recordação tua. E enquanto encontro a cabeça sobre o braço que tenho pousado na mesa, as lágrimas deslizam como o gelo derrete sobre um glaciar. E sobrou uma folha. Uma folha que não me causara mera diferença, normalíssima por assim dizer. Branca, com umas quantas linhas desenhadas e um traço vermelho feito no meio. E as lágrimas sugaram-se pelo meio do nada, que nem se atreveu a respirar. 
O papel. O segredo era o papel.
A cada lágrima que me escorria, o papel ficava manchado até que certo ponto, o deformava visivelmente.
E não é assim o amor ?
A cada lágrima que deixa-mos cair, o amor também mancha até que por fim fica deformado. E os beijos que demos já se tornam pancadas mortíferas.
Mas eu não quero . Pára amor, por favor. Eu desfaço-te as malas que te fiz. Eu mudo aquilo que não mudei.
E os papeis que joguei para o chão , apanho-os agora com carinho. Que voltem as nossas recordações !

amo-te. amo-te como se jogasse a minha ultima força numa aposta.
Mas contigo é tudo diferente. Contigo, a última força que uso é nada mais que aquela que nunca irei usar. Esse 'nunca' , só faz sentido em uma única frase:
Tu nunca fugirás do meu coração.
Se a morte nos separar, o amor aproximar-nos-á .
sara m. silva

5 comentários:

  1. NEM A MORTE NOS SEPARARÁ MEU AMOR <3

    está tão lindo coração ! Meu tesouro :3
    es tudo o que sempre quis para sorrir, partilhar, todos os nossos momentos, que nós os dois passamos juntos <3
    CADA MOMENTO A TEU LADO É VIVIDO COMO SE NÃO HOUVESSE AMANHA! (L' meu grandee amorr +.+

    Amo-tee como nunca ninguém te amou ^^

    ResponderEliminar
  2. Se a morte nos separar, o amor aproximar-nos-á .

    lindo, melhor amiga.
    resumo a nossa amizade a essas palavras também.
    seremos para sempre uma só.
    esta sublime

    AMO TE

    ResponderEliminar

Obrigada pela visita