Visualizações

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Tic - Tac

Somos nós. Pequenos fragmentos do nada que têm as asas presas ao chão, ansiando a liberdade. O som das palavras que ecoam do silêncio gritam-me agora por socorro e eu desesperadamente tranco os meus olhos com medo de olhar para trás. Meu amor, dá-me a tua mão. Só assim conseguiremos escapar.
sara m. silva

17 comentários:

  1. esta , de facto , sentido.
    Um dia teremos a liberdade que merecemos, um dia será tudo mais que perfeito.
    Acredito em ti.


    amo te melhor amiga <3

    ResponderEliminar
  2. " ivo castanheira, sem ti o mundo seria aquilo que eu desejaria esquecer "
    ADOREI +__+
    Muitas felicidades Sarinha : )

    ResponderEliminar
  3. Amo-te tanto , como nunca ninguém te amou <3

    Meu sonho +.+ es LINDA ^^

    ResponderEliminar
  4. É lindo o que disseste. E a frase final demonstra o verdadeiro sentido do amor.
    és tão gira rapariga :)

    ResponderEliminar
  5. Obrigada Sara, do fundo do coração.
    Sinto precisamente o mesmo quando leio os teus textos. Consegues fazer com que eu me sinta dentro do que leio e completamente devorada pelas tuas palavras, por isso é difícil aperceber-me de quando chego ao final do que escreves.
    E tens toda a razão: Escrever para nós já é como o ar que respiramos.
    Obrigada por toda a tua atenção e por todos esses elogios que me alegram tanto. Continua assim, a cativar todos aqueles que te lêem.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  6. Agradecia que desses a tua opinião no meu blog, obrigado ;)

    ResponderEliminar

Obrigada pela visita